Proposta


 
 

As experiências deste grupo de pesquisadores nos fez partir do diagnóstico de que o problema da comunicação-divulgação das mudanças climáticas não é o de acesso a uma maior de quantidade de informações, mas uma questão de qualidade, tanto das informações, quando do acesso.

Por isso, um dos objetivos do grupo é o de pesquisar, produzir e disseminar informações de qualidade que possam servir de ferramentas para gestores públicos e organizações da sociedade civil, na avaliação, formulação e implementação de políticas públicas. Entendemos que a própria conjunção entre “política” e “público” precisa ser investigada, na medida em que não se restringe ao Estado e seus aspectos institucionais: consideramos relevante o engajamento da chamada opinião pública, o que torna imprescindível o investimento em pesquisa na área da comunicação e divulgação científicas.

No Brasil, entre os temas relacionados à ciência, as mudanças climáticas globais ocupam o terceiro lugar no interesse do público; atrás apenas de medicamentos e tecnologias médicas e agricultura (INCT, 2010, p.11). Entretanto, o aumento de interesse do público e a ampla disseminação de artefatos de divulgação relacionados às mudanças climáticas globais não têm resultado num maior engajamento da população, dos governos, dos movimentos sociais e empresários nas questões climáticas.

Por isso, propomos que a comunicação e divulgação científicas sejam exploradas não na lógica de transmissão linear de conteúdos das ciências para a população, mas como possibilidade de pesquisa e criação coletivas.

Universidade Estadual de Campinas - Unicamp Rua Seis de Agosto, 50 - Reitoria V, 3º piso CEP:13.083-873 Campinas, SP, Brasil